Maioria dos funcionários pretende conseguir novas oportunidades em 2015

Estudo divulgado pela Right Management, consultoria especializada em gestão de carreira e talentos, analisou a intenção das pessoas em mudar de emprego em 2015. 665 funcionários dos Estados Unidos e Canadá participaram da pesquisa respondendo a pergunta: Você ainda pretende conseguir novas oportunidades em 2015?

Os resultados foram:


No cenário atual, onde talento é o principal indicador de crescimento econômico e de competitividade, a Right Management analisa que o resultado de 86% dos entrevistados afirmando que estão com o objetivo de trocar de emprego, deve ligar um sinal de alerta nas organizações, já que alta insatisfação dos funcionários tem um efeito cascata que pode perturbar a produtividade e consequentemente interferir no resultado final dos negócios.

Que tal participar de 12 workshops online por ano? 
Torne-se um Administrador Premium

André Rapoport, diretor geral da Right Management no Brasil, analisa que há diferenças entre mercado norte-americano e o nacional, que devem ser consideradas. “Nos últimos anos o Brasil estava em situação semelhante à apontada pelo estudo. Muitos jovens executivos, em busca de rápida ascensão na carreira, não criavam vínculos com as instituições e enxergavam que novos desafios eram relacionados a novas oportunidades”, afirma o diretor. No entanto, Rapoport observa que o cenário se alterou nos últimos meses. “Hoje, com o enfraquecimento da economia interna, aumento dos juros e da inflação, observamos que a postura do empregado é diferente, pois ele prioriza mais a manutenção de sua posição, devido às incertezas que o merca do apresenta”, afirma o executivo.

O especialista ainda ressalta que, independentemente do cenário em que mercado de trabalho se apresenta, os empregadores devem dar mais atenção para as soluções de retenção de talentos, para evitar cada vez mais a intenção deles em sair e, recomenda a implantação de programas estratégicos para provocar o engajamento, satisfação, foco e motivação nos funcionários, que por consequência, aumentará a produção. Esses tópicos são fundamentais para o empregado “vestira a camisa” da companhia e ter um profissional que se sinta valorizado é essencial para as organizações que querem manter seus melhores talentos.

 

Fonte: http://www.administradores.com.br/

Voltar